IT   EN  ES   FR   PT   PL  
BUSCA

sloganSDB





SUCESSORES DE DOM BOSCO


1° Sucessore: Bem-aventurado MIGUEL RUA (1837 - 1910)

Reitor-Mor de 1888 a 1910

Foi desde menino, acolhido por Dom Bosco. Cresceu no Oratório de Valdocco e, após ter professado, entre os primeiros jovens, na Sociedade Salesiana, tornou-se o braço direito do Fundador com quem partilhou sempre a vida e o ideal.

Em 1888. Desenvolveu em continuidade, com atenciosa fidelidade de espírito e de ação, a obra herdada, conduzindo-a a uma sólida organização interna e garantindo-lhe a expansão externa.

No quadro de fidelidade a Dom Bosco, as características mais evidentes do Pe. Rua foram, entre outras,
- grande a amorável abertura pastoral e social;
- operosidade incansável, de acordo com o lema de Dom Bosco 'trabalho e temperança',
- delicadeza humana, mansidão cordial,
- predileção pelo jovens pobres, espírito oratoriano (dizia que toda casa devia ser oratório),
- corajoso ardor missionário, solicitude com os leigos.

Pe. Rua herdou de Dom Bosco um grande interesse pelos jovens trabalhadores e pela classe operária. Daí sua forte simpatia por toda forma de organização destinada a proteger e defender os direitos humanos.

Em cordiais relacionamentos com o reformador social francês Leão Harmel, desde 1875, deu apoio e assistência aos vários grupos de operários de além-Alpes que repetidamente manifestaram também na Itália e até diante do Papa da 'Rerum Novarum' suas aspirações de trabalhadores cristãos.

Na obra do Pe. Miguel Rua destaca-se a fundação em Turim do primeiro sindicato católico das trabalhadoras da moda (modistas). Muito freqüentes foram também suas iniciativas em casos de greves para restabelecer salvos os fundamentais direitos das pessoas - as mais justas relações entre empregados e empregadores.

A opinião da santidade, que acompanhou o Pe. Rua por toda a vida, cresceu depois de sua morte. O papa Paulo VI o beatificou em 29 de outubro de 1972.


Adicionar página aos favoritos
Imprimir página