Rada Zasoby

Info Missões 07

1 1

Nº 07 - Outubro de 2013 / Animação Missionária da Inspetoria Salesiana de Campo Grande - MS
Bernadeth Campos de Paula foi
funcionária administrativa no Insti-
tuto Federal de Educação de Cuiabá
durante 26 anos até ser aposentada.
Foi então que se apresentou, na
qualidade de Cooperadora Salesiana,
como voluntária a colaborar na
Missão Salesiana entre os Bororos de
Merúri. De início veio ocasionalmente
o que se tornou cada vez mais fre-
quente. Quando chamada para
ocasiões especiais sempre atendeu,
sobretudo em situações de urgência.
Depois da saída das Irmãs Salesianas
(FMA) tornou-se a presença firme
colaborando onde fosse necessário.
Ele teve uma atenção particular
quando chamada pelos Bororos, os
destinatários da nossa presença
missionária. Nisso se passaram 19
anos de vida e ação missionárias.
Voltando a Cuiabá para outros
compromissos se declara disponível
quando chamada. A ela os agradeci-
mentos de missionários e missioná-
rias pela dedicação alegre e cordial!
19 Anos a serviço da Missão entre os Bororos
Mês de Outubro, Mês das Missões!
Chegou para nós mais um dia em que
recordamos nossa missão como
batizados, consagrados e discípulos
missionários. O dia 11 de cada mês
para nós, Filhos de Dom Bosco, é uma
oportunidade de reavivar o mesmo
ardor missionário que animou nosso
querido irmão Dom Cagliero a deixar
sua terra e ir levar a outros povos o
Evangelho do bom Jesus e espalhar o
nosso belo carisma salesiano.
O mês de outubro para nós Igreja é
considerado como o mês das missões
para lembrar-nos de nos tornar mis-
Bosco que, mesmo não indo as
missões, desejaram ser missionários,
possamos nós, onde nos encon-
trarmos, sentir esta mesma vontade e
rezar pelos nossos irmãos que deixam
tudo para ir ao encontro do outro, seja
no âmbito missionário "Ad Gentes" ou
"Inter Gentes".
Ser missionário é um compromisso de
toda a comunidade que vive e
transmite a sua fé. “Nenhuma
comunidade cristã é fiel à sua vocação
se não for missionária”.
Sempre com Dom Bosco!
Wellington Batista de Abreu
(Secretário da CIAM e Voluntariado)
sionários, levando a Palavra de Deus a
todos que, de uma maneira ou de
outra, não a conhecem realmente. A
exemplo de Santa Teresinha e Dom
Curso de Agentes de Pastoral Xavante em São Pedro
Nos dias 28 de outubro até 01 de
novembro foi realizado na Aldeia São
Pedro o Curso de Agentes de Pastoral
Xavante da TI de Parabubu. Estiveram
inscritos 36 agentes da animados
enviados de algumas das 130 aldeias,
aproximadamente. Os dirigentes
foram Pe. Bartolomeu Giaccaria,
pároco, Pe. Aquilino Tere´ubu´õ
Tsi´rui´wa, Diac. José Alves Oliveira,
refletido sobre diversos aspectos:
vétero-testamentário, neo-testa-
mentário, eclesial e cultural indígena e
no contexto da Jornada Mundial
ocorrida em Rio de Janeiro em julho
passado. O tema liturgia é tema
indispensável e desta vez teve a
reflexão vibrante, participada por
todos sobre o vocabulário litúrgico-
bíblico mais correto e mais compre-
Nellina Zuchella, cooperadora, a Ir.
Cleide Palo Janeiro e as Irmãs Lauritas,
Vilman Echeto, Nancy Caicedo e
Marbelis Monroy Rivas. O Pe. Eloir de
Oliveira veio para dar uma palestra
sobre Conjuntura atual e o fez com
maestria. Os participantes gostariam
tê-lo presente nos outros dias para
falar dos jovens de Sangradouro.
O tema central foi “A Juventude”, tema Inspetor
Pe. Lauro Takaki Shinohara
Delegado do Inspetor para
a Animação Missionária:
Pe. Georg Lachnitt
Coordenação
Pe. Georg Lachnitt | lachnitt@ucdb.br
Diagramação
Thiago Martines de Figueiredo
Expediente
Outubro 2013 | Ano I - Nº 07
Rua Padre João Crippa, 1437
CEP 79002-390 / Campo Grande - MS
Inspetoria Salesiana
de Campo Grande
vez, pretende ser mais acessível ao
povo e, ao mesmo tempo, fiel às
fontes.
Todos se comprometeram a levar para
as próprias comunidades os novos
textos e ensaiá-los sobretudo com as
ensível a todos os Xavante. Esse
processo torna-se necessário depois
da primeira tradução dos anos setenta,
à maneira do Brasil que, por iniciativa
da CNBB, vai publicar em 2015 a nova
versão da liturgia no Brasil que, por sua
crianças e jovens. A missa conclusiva
foi celebrada, na presidência do Pe.
Aquilino, na nova versão onde os
diálogos foram executados com vozes
solenes.
Seminário na UCDB promoveu articulação entre povos indígenas e universidade
Seminário, foi realizado o VII Encontro
dos Acadêmicos Indígenas, com a
temática “Acadêmicos indígenas e as
garantias dos direitos constitucionais”.
As atividades incluíram apresentações
tradicionais, mesas e debates. Os
principais assuntos foram a questão
territorial e processo demarcatório e a
bolsa permanência do Ministério da
Educação (MEC).
O evento foi realizado pelo Núcleo de
Estudos e Pesquisas das Populações
De 23 a 25 de setembro, na
Universidade Católica Dom Bosco
(UCDB), Campo Grande/MS, aconte-
ceu o V Seminário: Povos Indígenas e
Sustentabilidade com o tema “do
campo ao campus e do campus ao
campo: trajetória de saberes”. Assim
como as outras quatro edições, o
seminário foi uma oportunidade para a
discussão e socialização de posturas
teóricas e metodológicas utilizadas em
pesquisas sobre saberes locais,
educação, saúde e gestão territorial.
O evento teve cerca de 420 participan-
tes, indígenas e não-indígenas de
várias partes do Brasil, o que estimulou
o intercâmbio de experiências. A
programação contou com mesas que
promoveram reflexões interessantes
sobre os temas: trajetória de saberes,
permanência na universidade, diálogo
de saberes e demandas e desafios da
atuação profissional.
Além disso, também foram apresenta-
dos cerca de 90 trabalhos dentro dos
simpósios temáticos com os eixos:
ciências da terra e desenvolvimento
local, ciências da saúde e ciências
sociais, educação básica, educação
superior e tecnologias da informação e
comunicação. Pesquisadores de várias
partes do Brasil participaram do
evento e as reflexões são uma
oportunidade de intercâmbio entre
experiências.
Como parte da programação do V
Indígenas (NEPPI/UCDB), Projeto Rede
de Saberes (UCDB, UEMS, UFMS e
UFGD) e Observatório da Educação
Escolar Indígena/UCDB e tem apoio do
CNPQ, Fundação Ford, Programa de
Pós-Graduação Mestrado e Doutorado
em Educação/UCDB, Programa de Pós-
Graduação Mestrado em Desenvol-
vimento Local/UCDB e Museu das
Culturas Dom Bosco. A próxima edição
acontecerá em 2015.