Conselho Recursos

Newsletter - Junho 2009

Você está recebendo este boletim porque é o Delegado, ou o ponto de referência, da Comunicação Social 

Você tem algum problema lendo este correio eletrónico?Examine-o em seu browser.

SSCS


Boletim n. 4 de junho 2009


Animação - Carta do P. Filiberto

Caríssimos Inspetores,
Caríssimos Delegados Inspetoriais da CS
:

O tempo passa rápido, e o Ir. Jesús García, depois de servir a Congregação dentro do Dicastério para CS durante quatro anos, regressou à sua inspetoria de origem (MEG). Agradecemos aqui seu trabalho qualificado e generoso e desejamos o melhor em suas novas responsabilidades. Em seu lugar, virá o Pe. Jaime Gonzalez (COM), a quem desde já oferecemos nossas boas-vindas. 
     Como vai com os estudos do SSCS? Estou certo de que tem percebido o valor  deste excelente documento, o que vai lhe ajudar em seu trabalho de animação, fazendo releituras e comentários junto com sua equipe.
As mudanças constantes de delegados inspetoriais de CS e o rápido desenvolvimento das tecnologias impulsionaram a Consulta Mundial e a equipe do Dicastério a buscar atualização do SSCS, com a participação dos delegados inspetoriais e suas equipes. 
     Continuando o tema das Newsletters anteriores, eu agora convido você a participar desta revisão do SSCS para atualizar aqueles pontos que, na sua visão, devem ser modificados, dado o desenvolvimento das novas tecnologias e dos acontecimentos mundiais, eclesiais e da congregação. A estrutura fundamental e os princípios do SSCS continuam sendo validos. Trata-se somente de sugerir palavras ou ideias que você acha que devem ser suprimidas, modificadas ou incluídas, por motivo de vigência em alguns dos parágrafos ou títulos do documento. Lembre-se de que se trata de um documento que oferece orientações válidas para toda Congregação.
     Desde já agradeço a sua participação, juntamente com sua equipe. Eu estou certo de que você e sua inspetoria serão os primeiros a se sentirem beneficiados por este estudo e colaboração. Clicando aqui (em italiano) você pode encontrar um exemplo de atualização feito por nossa equipe. Assim que fizer suas anotações, por favor, envie para o Pe. Julian Fox (jbfox@sdb.org) durante os meses de julho e agosto. Lembre-se de que, se você não tem o documento impresso, pode baixá-lo de SDL em pelo menos uma das 5 línguas.
     Desejo o melhor em seu trabalho de animação inspetorial da CS. Receba nossas Saudações e orações, minhas e da equipe do Dicastério para a CS.

Cordialmente em Don Bosco:

P. Filiberto González Plasencia sdb
Consejero General para la CS

Informação:  Biblioteca Digital Salesiana (SDL) agora tem coleção SSCS

SDL La Biblioteca Digital Salesiana (SDL) agora tem coleção SSCS.
     Este acervo particular é multilíngue e possui documentos tanto da congregação quanto da Igreja, além de oferecer uma ampla gama de possibilidade de buscas.
Se você conhece ou tem outros documentos importantes sobre comunicação social (sem problemas com direitos autorais), pedimos que nos informe ou, se possível, envie, para incluirmos no acervo.
A SDL não tem limitações lingüísticas e aceita um grande variedade de formatos digitais, inclusive áudio e vídeo. Nossa única atual limitação é servidor de streaming, o que deixa o upload e o download dos vídeos com velocidade um tanto lenta
.

Formação: Tradução é um tema da Formação

TraducaoNo capítulo 3 da Ratio, documento que indica aspectos fundamentais da formação salesiana, há uma referência interessante para línguas: “levando em consideração a universalidade da congregação, a composição das regiões e dos grupos de inspetorias e as tendências atuais no mundo, fica claro a conveniência de incluir na bagagem cultural o aprendizado, em níveis úteis, de uma ou mais línguas além da própria, para superar as barreiras lingüísticas e criar espaços de maior comunicação e colaboração”(3.3.4.1.).
     Já na dimensão espiritual, há  um comentário que diz um pouco mais sobre isto: “num mundo tão carente de comunhão, o “trabalhar e viver juntos” do salesianos entre os irmãos de diferentes idades, linguagens e culturas não só se torna sinal da possibilidade do diálogo e profecia de uma comunhão que sabe harmonizar as diferenças, mas também proclama com a eloqüência dos fatos o poder transformador da Boa Nova. É assim que a comunhão se faz missão e fonte de espiritualidade". (3.2.5.)
     Entre a “conveniência” da primeira declaração e a “comunhão” da segunda está o significante desafio da tradução! Mês passado, nós enviamos a “SSCS Newsletter” em espanhol para os leitores da língua portuguesa, com apelo por colaboração. De coração aquecido, a inspetoria do Nordeste do Brasil (BRE) disse “sim, nós podemos fazer isto” e o problema foi solucionado. Obrigado! Também nossos irmãos de língua francesa da África tem sido generosos, e nós podemos contar com a ajuda deles durante este trimestre. Já temos tradutores para as línguas Inglesa e espanhola. Mas, acreditem, nós desesperadamente precisamos de ajuda com italiano! Alguém se habilita?
     De fato, num mundo multicultural e globalizado, o ministério da tradução é muito mais do que simples conveniência. É um fator real para alcançar a comunhão. É uma tarefa que exige habilidade, mas que também estimula virtudes de generosidade e solidariedade. Ninguém poderia escrever um tratado teológico em Tradução! 
     Mas, felizmente as tecnologias da comunicação também fazem sua parte. Num mundo “Open Source”, há dois programas que podem ajudar, ambos são livres e sem custos, e ambos podem manter uma memória de traduções. Eles trabalham (e APENAS) com o OpenOffice. Um se chama OmegaT, já o outro é um pequeno conjunto de aplicativos adicionado ao OpenOffice Writer chamado Anaphraseus. Estas ferramentas trabalham na tradução de qualquer linguagem conhecida da humanidade! Se você quiser saber mais a respeito, entre em contato conosco.

Produção: em vista de uma  animação multimidial, Chile

CTCaetera Tolle (CT) é uma experiência apostólica de trabalho educativo ligado à produção de material multimidiático para a evangelização dos jovens. O grupo CT se encontra em Santiago, no Chile, e trabalha com as inspetorias fma e sdb desta nação. 
     No início, o Caetera Tolle estava ligado à produção musical, mas depois alargou o seu espaço de interesse para diversas áreas de trabalho com multimídia.
     O nome dado a esta experiência nasceu da descoberta da máxima de Dom Bosco “Da mihi animas caetera tolle”, um programa de vida no qual se encarnam o ser e o fazer. A missão do Caetera Tolle se configura com a necessidade de sintonizar-se com as novas linguagens dos jovens para comunicar com eles a beleza do evangelho. Não é uma proposta para os jovens, mas com os jovens: realmente eles são parte essencial do desenvolvimento do Caetera Tolle.
     O projeto CT se põe como objetivo acompanhar, produzir e buscar tudo quanto é possível, para ir ao encontro dos jovens nos “novos pátios” da multimidialidade. E isto implementando um centro de produção e pós-produção multimidial que contempla quatro áreas de desenvolvimento.
Áudio: oferece-se a possibilidade de produzir CD áudio e de apoiar grupos musicais juvenis. Além disto, se oferece um espaço profissional para a gravação e masterização de material produzido por compositores e intérpretes da FS e outras pessoas, com o objetivo de evangelizar através da música.
Vídeo: é um espaço de produção e pós-produção audiovisual profissional com a finalidade de promover e produzir projetos locais e inspetoriais. Estão previstos projetos audiovisuais para a difusão do Carisma Salesiano e do patrimônio educativo-pastoral-cultural existente nas inspetorias e material para a pastoral e evangelização.
Gráfica: trabalhos gráficos para a produção de quadrinhos com objetivos educativo-pastorais. Para dar suporte às diversas equipes da PJ.
Animação de Eventos Pastorais: são produzidos e desenvolvidos eventos como recitais, concertos, festivais que incrementam o desenvolvimento da arte entre os jovens das comunidades salesianas do Chile.