Conselho Recursos

Newsletter - Setembro 2010

SSCS News

Você está recebendo este boletim porque é o Delegado, ou o ponto de referência, da Comunicação Social 

Você tem algum problema lendo este correio eletrónico? Examine-o em seu browser.

SSCS

Boletim n. 17 de setembro de 2010


Animação - Carta do P. Filiberto

Filiberto

Queridos Irmãos e amigos/as,
   Tive a dádiva de fazer visitas de animação a várias inspetorias das regiões Interamérica e Cone Sul, partilhando sempre com o inspetor e seu conselho, com delegados inspetoriais e suas equipes e pude conhecer ‘ao vivo’ algumas experiências que,formando parte do POI, impulsionam a missão da inspetoria, junto com outras obras e comunidades.                 Sempre que pude, encontrei-me também com os formandos, futuro da congregação em favor da missão salesiana, muitos deles nativos da nova era, o que lhes permite viver a CS de um modo diferente dos irmãos da primeira metade do século passado.
        Destas visitas, faço uma síntese de valores e desafios, e menciono alguma experiência em particular.
        Constato a importância de que tanto o inspetor quanto seu conselho, os formandos e os irmãos em formação permanente compreendam melhor o que é a Comunicação Social na congregação, pois quase sempre se entende como simples meios e como atividade fragmentada. Isto me leva a um segundo ponto: da real necessidade de uma pessoa que anime este âmbito da missão em tempo integral, com uma equipe, em sinergia com os delegados da PJ e das Missões, sem faltar a Formação e a Economia, pois  todos somos consagrados para a missão. Esta  sinergia parte do diálogo para buscar maneiras de levar adiante a mesma missão inspetorial, do próprio setor, em comunhão e autonomia.
        Com gosto, vi ricas e variadas experiências, umas mais desenvolvidas que outras, que requerem de um projeto inspetorial que as integrem, de tal maneira que não dependam da pessoa ‘em turno”, ou de seus gostos e projetos pessoais. “inseri-las” dentro do contexto e história da missão da inspetoria, junto com os demais obras, faz com que os irmãos as sintam\percebam como próprias e não como uma iniciativa de um único irmão. Uma constatação importante é que as presenças de CS estão orientando-se a uma gestão mais profissional, envolvendo a vários ramos e em diversos níveis  a membros da Família Salesiana, e muitas delas têm como protagonistas jovens de nossas obras ou ex-alunos das mesmas.
        A partir desta Newsletter, agradeço a todas as inspetorias visitadas, pela acolhida e pelo entusiasmo em relação à CS em favor da missão salesiana: Bolívia, Paraguai, Uruguai, Chile, Peru, Bogotá y América Central (Centroamérica).

Minha oração fraterna por todos,

    P. Filiberto González Plasencia sdb
    Conselheiro Geral para a CS

Informação:  Congresso da Imprensa católica, Roma outubre

pccs O Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais da Igreja Católica vai organizar pressionar o Congresso em Roma, 04-10 outubro. Os temas serão de interesse geral:.
   1. Problemática e futuro da imprensa
        Painelistas: representantes de grandes jornais internacionais
  2. A imprensa Católica: desafios globais
        Painelistas: editores/diretores de grandes publicações católicas
        Trabalho em grupos. Os delegados se reúnem por grupos continentais para estudar a situação atual da imprensa católica e suas perspectivas de futuro.
  3. A imprensa católica: suas expectativas
        Painelistas: Diversas perspectivas eclesiais (Bispo, representante vaticano, pessoa leiga, jornalista católico, acadêmico/a)
        Perguntas: Como a imprensa católica está contribuindo para o diálogo público,  a “diaconia da cultura” e a vida na igreja?
  4. Comunhão eclesial e controvérsias:  Liberdade de expressão e verdade na Igreja
        Painelistas: um blogueiro, um porta-voz eclesial, teólogo/a, sociólogo/a, jornalista secular
        Perguntas: Deveria a Igreja evitar alguns temas? Como se deveria assumir os temas polêmicos? Temos que refletir sobre o dissenso?
  5. A imprensa católica e a internet
        Painelistas: especialistas nos diversos elementos do sdesafio das novas mídias (econômicos, jornalísticos, interatividade, linguagens, “brecha digital” )
        Perguntas: Que oportunidades oferecem os novos meios? Como pode a imprensa católica ajudar a Igreja a estar presente de forma mais eficaz na era digital? Quaissão os desafios?
  6. Iniciativas  na internet. Estruturas e necessidades – conhecer  as exigências do “glocal”.
        Painelistas: exposição das práticas de sucesso no uso das novas mídias por comunicadores eclesiais ( jornais locais, serviçoes on-line, sites diocesanos, periódicos em rede, paróquais on line)
        Perguntas: como podemos trabalhar juntos? O que necessitamos para fortalecer nosso trabalho? Que recursos poderemos partilhar?. 

Formação: educomunicação como meio de integração e formação

educomEm sintonia com as tendências do mundo pós-moderno e atentos a seus desafios, as Filhas de Maria de Auxiliadora e os Salesianos do Brasil, têm há muito dedicado estudos, pesquisas e reflexões sobre a comunicação educativa. Buscam eles compreender seu papel, sua relevância e, sobretudo, seu impacto na educação das novas gerações: estão elas de fato mui marcadas pela digitalização, pelas redes de relacionamento globalizadas e por uma sensação de que doutrinas e práticas didáticas consagradas pareçam fadadas ao fracasso, à obsolescência e esquecimento, quais peças de museu tecnológico, num futuro quase imediato.
    Embora possa parecer aos tradicionalistas um simples modismo, entre os tantos que surgem a cada dia, a educomunicação consolida-se rapidamente como novo e importante campo de pesquisa teórica e aplicada. É uma área do saber que busca responder às prementes indagações decorrentes do impacto das novas tecnologias e avanços científicos nos diferentes espaços do convívio social, particularmente no campo da educação.
    A publicação conjunta das duas obras – ‘Proposta de educomunicação para a Família Salesiana’, da Equipe de Comunicação Social do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora–Ecosam – e ‘Educomunicação: pequenos passos na nova cultura’, da coletânea GONG, do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora – revela essa trajetória de estudos educomunicacionais e o compromisso de situar a educomunicacão como ótica e prática educativa transversal à missão e à atualização do carisma salesiano.
    O III Encontro da Escola Salesiana na América – III ESA, realizado em Brasília, em maio de 2008 – propôs à Família Salesiana este grande desafio: favorecer a cultura comunicacional inspirada nos valores do Evangelho, educando-nos à comunicação interpessoal, à mediação tecnológica, à expressão e arte, e à formação para o exercício da cidadania, compreendendo as novas linguagens das culturas juvenis na ótica da Educomunicação.
    É com o empenho de potenciar a comunicação educativa e torná-la uma eficaz práxis educativo-pastoral que a Rede Salesiana de Escolas faz a publicação conjunta das duas obras, buscando também promover uma reflexão ampla e uma partilha das múltiplas experiências educomunicacionais das comunidades educativas.

Produção: Encontro continetal das rádios da América

radioO Centro João XXIII, da Escola Salesiana Muyurina, de Montero, departamento de Santa Cruz, sediou o I Encontro Continental das rádios salesianas da América, organizado pelo Dicastério para a Comunicação Social da Congregação Salesiana.
    De 26 a 29 de agosto os responsáveis pelas rádios salesianas da América reuniram-se com o P. Filiberto González, Conselheiro para a Comunicação Social, e o seu colaborador, P. Jaime González, a fim de participar do I Encontro Continental das rádios salesianas da América. Presente também uma representação da África: P. Cyril Odia, do Sudão, e o P. Adolphe Akpoué, de Benin.
    As finalidades principais da reunião foram o aprofundamento da identidade e da missão da rádio salesiana na área da informação, da educação e da evangelização; conhecer os pontos fortes, as oportunidades, os pontos fracos e de risco; a criação de possíveis sinergias entre as várias emissoras.
    No decorrer dos dias o grupo esteve apresentando, como nos demais encontros do setor, algumas sugestões para a revisão do Sistema Salesiano de Comunicação Social (SSCS) e constantes os convites do Conselheiro a integrar e harmonizar a atividade das rádios nos vários Projetos Orgânicos Inspetoriais (POI), no Projeto Educativo Pastoral Salesiano (PEPSI) e no Plano Inspetorial para a Comunicação Social (PICS).
    Importantes foram o conhecimento e a troca das várias experiências de quanto as emissoras salesianas estão a levar avante. Sábado, 28 de agosto, o grupo visitou as instalações de duas emissoras – Rádio ‘Maria Auxiliador.