Conselho Recursos

CS Newsletter in 2018-02


Boletim n. 92 fevereiro 2018

     

Caros amigos,

Saúdo você de Nairobi. Juntamente com o Reitor-Mor, encontramos seis Conselheiros Gerais dos setores, o chefe da Secretaria da Família Salesiana e todos os Inspetores e seus conselheiros da Região África-Madagáscar. Realizamos a Visita de Conjunto para ouvir o Espírito Santo e a realidade dos jovens e dos pobres nesta região cheia de esperança. Apenas inspirado por este fato, eu lhe enviarei a mensagem deste mês.

A comunicação é um facto divino-humano que toca o centro de Deus e do homem. A nossa realidade humana, começa com o acolhimento no seio materno e continua na família, nos grupos de amigos, na escola, no trabalho e também na comunidade religiosa e na Comunidade Educativo-Pastoral. Tudo isso tem que ver com a nossa comunicação fraterna e pastoral, que é realmente social. Se a comunicação surge do encontro entre as pessoas e tem como objetivo criar uma cultura de encontro, então não coloquemos no centro os media, as tecnologias, mas o desejo e a vontade de encontrar os outros para viver a imagem de Deus.

Somos consagrados, especializados em Deus e na evangelização e educação dos jovens, especialmente dos mais pobres. Se a nossa missão é comunicar o amor de Deus aos jovens (C. 2), então a nossa comunicação é marcada por viver a nossa identidade carismática[1]. Portanto, a comunicação salesiana é uma questão de SER, mais do que fazer, é uma questão de SER, mais do que TER, é uma questão de COMUNIDADE mais do que estar juntos. O salesiano e a comunidade têm uma experiência de Deus a partilhar: homens de Deus e profetas da fraternidade; uma boa notícia a transmitir: a alegria do evangelho como servos dos jovens (CG27).

Há anos na Congregação, que a Comunicação tem sido promovida e desenvolvida como um Sistema Salesiano de Comunicação Social (SSCS[2]). O SSCS, aprovado pelo Reitor-Mor e o seu Conselho, apresenta os critérios e as linguagens comuns, a estrutura e a organização, as áreas de intervenção desta realidade que tem um fundamento histórico e carismático em Dom Bosco e no nascimento e desenvolvimento da Congregação. Com a comunicação, encontramo-nos diante de um campo de grande importância nas nossas origens e de atuação formativa e pastoral, pessoal e institucional, cultural e social ao mesmo tempo[3]. Como Dom Bosco, cada um de nós é o primeiro meio, mensagem e método, e para isso precisamos de autenticidade da vida.

Depois de ter concluído a Visita de Conjunto de todas as regiões do mundo salesiano, esta é a última, é claro que cada um tem seu próprio ritmo.: em seu espaço geográfico e digital, em seu tempo e cultura, com diferentes histórias, tradições , economias, preparação de pessoal e visões particulares que precisam de uma visão comum para um bom futuro. Existem diferentes estruturas, organizações e ações nas áreas de animação, treinamento, informação, produção, arte e cultura. Na realidade, lentamente, crescemos na prática do SSCS para se tornar uma comunicação alternativa à do consumo, emoções e fake news.

Espero que a mensagem oferecida pelo Papa Francisco para este ano de 2018 reforce a qualidade da comunicação de cada província ao serviço das famílias jovens e mais pobres, tornando visível a verdade, a reunião, a paz como alternativa a uma comunicação feita de mentiras, petições e indiferente diante dos pobres.

Saúdo-vos em nome do pessoal do Dicastério, a todos as nossas orações.

Pe. Filiberto González

[1] Devemos estar conscientes de que nossa Congregação e Missão nascem de um Pai, educador e comunicador evangelizador. De nossa origem, a comunicação faz parte do nosso ser salesiano e da nossa missão. Este é um fato histórico.

[2] “Nossas publicações tendem a formar um sistema ordenado, que abrange em grande escala todas as classes que compõem a sociedade humana": Dom Bosco, Carta Circular sobre a difusão de bons livros. 19 de março de 1885.

[3]  “O mundo  digital,  “novo areópago  do  tempo  moderno”, interpela-nos como educadores dos jovens: esse mundo é um “novo pátio”, um “novo oratório”, que exige a nossa presença e estimula em nós novas formas de evangelização e educação” (CG27, 62).


Quênia – Comunicação para a comunhão, a FS como oportunidade. Visita de Conjunto

No terceiro dia da Visita de Conjunto, na Região África-Madagascar, o debate versou acerca do estado da Comunicação Social e da colaboração com a FS - Família Salesiana ...


Etiópia – Um nova app para o Boletim Salesiano da Etiópia

Adis-Abeba, Etiópia – Fevereiro de 2018 – O Departamento de Comunicação Social (CS) da Inspetoria salesiana AET ...


Papua-Nova Guiné – Primeira, histórica edição do Boletim Salesiano da Visitadoria PGS


“Cultivemos a arte de escutar” é o tema do primeiro número do Boletim Salesiano (BS) da Visitadoria de Papua-Nova Guiné–Ilhas Salomão (PGS) ...


Austrália – ‘Lectio Divina’ via «podcast»


A Equipe de Comunicação Social da Inspetoria salesiana da Austrália-Pacífico (AUL) deu a largada a uma nova iniciativa: “Audio Divina” ...