Conselho Recursos

Jerusalém - transferências

FORMAÇÃO - LETTERE

O Conselheiro Geral para a Formao

Roma, 22 de maro de 2004

Prot. 04/0334



Aos Reverendos
INSPETORES
Na sua sede

Objeto: Transferncia do Instituto Teolgico Salesiano So Paulo de Cremispara Jerusalm e passagem lngua inglesa



Carssimo Sr. Inspetor,

junto minha cordial saudao os votos de Santa Pscoa, ao senhor e a todos os irmos da Inspetoria. E desejo por meio desta comunicar-lhe as ltimas novidades a respeito da comunidade de formao e do centro de estudos de Cremis na Terra Santa.

1. Transferncia a Jerusalm em setembro de 2004

No dia 23 de fevereiro ltimo, o Card. Sodano e o Reitor-Mor fecharam o acordo pelo qual a Santa Sconfiou em comodato Congregao o edifcio do Instituto Ratisbonne, de Jerusalm. Nestes dias foi enviada uma comunicao ao Inspetor da Inspetoria do Oriente Mdio, a fim de que, ato ms de setembro de 2004, a comunidade de formao e o centro de estudo de Cremispossam transferir-se para o edifcio de tal Instituto. Para ns, dispormos de um centro de formao e de estudo em Jerusalm um grande dom.

2. Passagem lngua inglesa em setembro de 2005

A partir de setembro de 2005, alm disso, a lngua do Instituto Teolgico So Paulo, de Jerusalm, comeara ser o ingls, sem descurar evidentemente a lngua italiana, necessria para as referncias nossa histria salesiana. A Congregao precisa de uma comunidade de formao internacional de lngua inglesa, para a preparao lingstica e missionria. Conhecendo tais prazos, as inspetorias podero fazer com tempo a sua programao formativa.

3. Instituto internacional

O Instituto Teolgico Salesiano So Paulo estevoluindo como realidade internacional. A proposta de envio de estudantes feita a todas as Inspetorias das oito Regies da Congregao; o primeiro elemento de internacionalidade de fato a presena de estudantes procedentes de todo o mundo. Esto alm disso em andamento mudanas na Equipe dos formadores e dos docentes. O Instituto teroutrossim um seu especfico Estatuto de comunidade e centro de estudo internacionais, no qual se declaram as responsabilidades do Reitor-Mor com o Conselho Geral, da MOR, da Faculdade de Teologia. Existe tambm um Curatorium do Instituto e est-se trabalhando para uma Conveno com a UPS, de modo que o Centro de estudo mantenha a filiao e a colaborao com a nossa Universidade.

4. Experincia de interculturalidade

No atual contexto pluricultural e globalizado, o Reitor-Mor com o Conselho geral considera importante a experincia de internacionalidade e de interculturalidade dentro do processo formativo, ja partir da formao especfica. Ela entretanto pressupe um intenso processo de inculturao jnas primeiras fases formativas atao tirocnio. Assim para os estudos de teologia temos duas comunidades formadoras internacionais: a comunidade de Roma Gerinie a comunidade de Jerusalm. Elas se recomendam respectivamente para uma especificidade salesiana, eclesial e universal e para uma caracterizao bblica, ecumnica e inter-religiosa. Fazem-se assim votos porque cada Regio possa enviar dois estudantes por ano a cada uma dessas comunidades.

5. Inscries

Para as inscries e para outras informaes preciso dirigir-se aos diretores das comunidades de formao de Roma e de Cremis. Em se apresentando dificuldades econmicas, poder-se-contar com a busca de bolsas de estudo junto a organizaes internacionais ou solidariedade do Reitor-Mor. Agradeo-lhe pelo que jestfazendo e pelo que ainda puder fazer a fim de apoiar o empenho da Congregao neste campo. As experincias de comunidades internacionais esto vlidas e interessantes.

Obrigado pela ateno. Sado-o com estima e cordialidade.

Em Dom Bosco Santo,
P. Francesco Cereda