Dicastérios

Cagliero11 e Intenção Missionária Salesiana - janeiro 2019

Cagliero11 e Intenção Missionária Salesiana - janeiro 2019

Intenção Missionária  Scarica il file pdf    Cagliero11  Scarica il file pdf    

INTENÇÃO MISSIONÁRIA SALESIANA

À LUZ DA INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO SANTO PADRE

Pelos Refugiados e Deslocados na África

Por esses nossos irmãos e irmãs que, por causa dos conflitos, devem deixar suas casas: encontrem todos acolhida e a possibilidade de reconstruírem com dignidade as suas novas vidas.

 

O Tema do DMS 2019 trata do Primeiro Anúncio entre refugiados e deslocados na África (cerca da 24 milhões!). Os Salesianos estão presentes nessa fronteira com diferentes propostas pastorais, educativas e de promoção humana.

Rezemos para que a paz e a justiça chegue aos países que provocam tais situações, e aos Refugiados, especialmente crianças e jovens, a fim de que encontrem - como a Família de Nazaré - segurança e oportunidade de realizar o seu futuro; e experimentem - nesse ‘êxodo’ - a presença providente e confiável de Deus.


CAGLIERO11_121, JANEIRO

APELO MISSIONARIO DO REITOR-MOR

Na Festa da Solenidade da Imaculada Conceição

Meus queridos Irmãos,

Recebam, com verdadeiro afeto, a minha saudação fraterna, no dia da Solenidade da Imaculada Conceição, dia que há três anos escolhi para fazer um forte Apelo Missionário aos Irmãos em todas as Inspetorias do mundo. Neste ano, também o faço acompanhando-o de um vídeo de uns cinco minutos.

O mês de outubro do próximo ano 2019 foi declarado pelo Papa Francisco como mês missionário extraordi-nário, no centenário da carta apostólica Maximum Illud do Papa Bento XV, no final da 1ª guerra mundial.

Os tempos difíceis são sempre tempos oportunos. Neste caso, tempos para “um bom negócio”, “um grande negócio” – como Domingos Sávio o entendeu ao ler no escritório de Dom Bosco o “DA MIHI ANIMAS COETERA TOLLE”. Era um assunto da máxima importância, e assim nós também entendemos a evangelização dos povos, paixão apostólica per-manente e profunda no coração do nosso Pai Dom Bosco, como um assunto da máxima importância.

Meus queridos irmãos, o que desejo propor? A que coisa os estou convidando? Estou propondo-lhes que celebremos a generosidade missioná-ria dos filhos de Dom Bosco. A próxima expedi-ção missionária será a 150ª, cujo envio se dará no domingo 29 de setembro de 2019 desde a basílica de Maria Auxiliadora de Valdocco, como vem acontecendo desde os tempos de Dom Bosco. Quanto desejaria que este fosse o melhor presente missionário que a Sociedade de São Francisco de Sales, nós salesianos, pudéssemos oferecer ao Senhor, ao Papa Francisco e à Igreja no apelo missionário que se faz ao mundo, e sobretudo, aos nossos amados jovens de todas as nossas Presenças!Sonho que cada uma das Inspetorias possa, neste ano, pôr à disposição do Reitor-Mor ao menos um irmão ad gentes / ad exteros / ad vitam. Será muito pedir e sonhar?

Mesmo as Inspetorias numericamente mais pobres em vocação são capazes de fazê-lo. Já há uma Inspetoria com seis irmãos amadurecendo a própria vocação salesiana missionária e, a partir deste apelo especial, se puseram à disposição do Reitor-Mor para a 150ª Expedição do próximo ano.

Incentivo-os, meus queridos irmãos Inspetores, a serem vocês os primeiros a ajudar para que os irmãos cultivem em suas vidas estes desejos missionários, e facilitar para eles o discernimento, convidando-os, depois do diálogo pessoal com vocês, a pôr-se em comunicação com o Reitor-Mor. Levemos em grande consideração que Deus nunca se deixa vencer em generosidade, e nem mesmo a Congregação quando pensa nas necessidades de cada Inspetoria, e, concretamente, nas que dão generosamente, como a viúva do Evangelho com o óbolo no templo.

O diálogo com nosso Dicastério para as missões e a reflexão que fizemos meses atrás no Conselho Geral, permite-me precisar quais seriam algumas das urgências para 2019, e oxalá se pudesse enviar um número significativo de irmãos:

  • às nossas presenças Amazônicas e à nova presença de Colón no Panamá;
  • ao Sudão e outras presenças salesianas a serviço de refugiados em diversos lugares da África;
  • à Lituânia, Albânia e Kosovo, Bulgária e outras novas fronteiras do Projeto Europa;
  • à Mongólia, ao Laos, ao Nepal, a Iacútia;
  • às nossas várias presenças nas ilhas da Oceania;
  • a algumas fronteiras missionárias da América Latina, se houvesse forças suficientes

Naturalmente, tudo dependerá da resposta ao apelo.

Os Capítulos Inspetoriais, em vista do CG28, já estão em pleno e fecundo discernimento sobre o tema crucial: “Quais salesianos para os jovens de hoje?”. Antes que as respostas claras e inspiradoras sejam bem redigidas e formuladas, deixemos que falem, com eloquência, os rostos alegres, generosos e decididos de irmãos jovens, adultos e mais maduros que sintam o dever de escutar o apelo missionário que o Senhor lhes faça.

Rezo pelo isso, meus queridos irmãos e o recomendamos a nossa Mãe Imaculada e Auxiliadora, pedindo que Dom Bosco continue a alimentar entre seus salesianos o mesmo zelo missionário vivido por ele.

Com verdadeiro afeto, cumprimenta-os

P. Ángel Fernández Artime, SDB
Reitor-Mor

 

DMS 2019

Eis o TEMA do DMS 2019 (Dia Missionário Salesiano 2019) que – oficialmente – se lançará na Solenidade da Epifa-nia, em 6 de janeiro de 2019: “ALGUNS, SEM O PERCEBER, HOSPEDARAM ANJOS” (HB 13,2). No Pôster mostram-se duas meninas: uma acolhe a outra. É um símbolo do va-lor da hospitalidade africana: a África acolhe a África. A maior migração em nossos dias é aquela intra-africana: ali são milhões as pessoas obrigadas a deslocar-se...

Como fundo se veem: realidades rurais ou reassenta-mentos de refugiados; atividades pastorais e educativas, especialmente de formação profissional; Salesianos pre-sentes entre refugiados e deslocados, compartilhando suas vidas...

O TEMA focaliza a nossa atenção ao desafio dessa fron-teira repleta de jovens, jovens que esperam pela amiza-de dos filhos de Dom Bosco, pelos seus oratórios, suas escolas, sua formação profissional; e pela... Boa Notícia de JESUS.

Mas o TEMA é também uma oportunidade para reviver e promover a virtude evangélica da HOSPITALIDADE – essa capacidade de acolher, de abrir nossas casas, nossas mãos e nosso coração, aos outros. Sobretudo aos que se encontram em necessidade.

Fazendo-o, acolhem-se Anjos. Acolhe-se o mesmo Senhor!