Dicastérios

Carisma Missionário

     
 
           
           

O carisma salesiano: caridade pastoral em dimensão missionária

  • Desenvolvimento sucessivo da vocação de dom Bosco: do impulso inicial na direção das almas juvenis ao das pessoas do povo (alcançadas por dom Bosco com o ministério sacerdotal e com as leituras católicas) e finalmente ao horizonte missionário (?Procurai almas... salvai muitas almas nas missões?).
  • Finalidade desta santa paixão de don Bosco: a glória de Deus e o amor à Igreja.
  • >

2. Traços das missões salesianas de dom Bosco

    • A missão salesiana em sua origem é o mandato divino (na continuidade com o mandato de Jesus, em sintonia com o Papa, a quem os missionários salesianos pediram a bênção).
    • >
    • O primeiro objetivo da missão é a evangelização dos pobres.
    • >
    • O segundo objetivo da missão: construir a Igreja (?colocamos nossa pedrinha no grande edifício da Igreja?, afirmava dom Bosco quando preparava a primeira expedição missionária?).
    • >

3. Contexto eclesial da visão missionária de dom Bosco

        • Eclesiologia do tempo: projetava tudo na Igreja universal.
        • >
        • Antropologia e etnologia: bem simples, faltando na época de profundidade cultural.
        • >
        • A preocupação central: a salvação das almas.
        • >
        • Entusiasmo pelas missões e relançamento vocacional missionário na Itália e no Piemonte por volta do ano de 1870: alimentado pela presença de tantos bispos missionários, convocados pelo Concílio Vaticano I.
        • >

4. Características tipicamente salesianas

  • Evangelização. Educação e promoção humana e preferência para o mundo juvenil são as estratégias que permitem aos missionários salesianos de assumirem os valores, as esperanças e as dificuldades dos povos com os quais entram em contato.
  • >
  • Dimensão comunitária da vocação missionária: parte-se em grupo (verdadeiras expedições de mais pessoas, pois), vive-se em comunidade, criam-se novas comunidades, educa-se e evangeliza-se como comunidade. A ação de indivíduo (?pioneiro?) relaciona-se com a comunidade.
  • >
  • Coragem e criatividade juvenil: os primeiros missionários são jovens, entusiastas de dom Bosco. Onde é possível, a formação para tantos jovens missionários acontece em territórios de missão.
  • Oratório e Centro de formação profissional são as instituições vencedoras para chegar ao mundo juvenil em cada país do mundo.
  • Envolvimento de todos os grupos da Família Salesiana (já a partir de dom Bosco, cartas circulares às Casas e aos Cooperadores, o Boletim Salesiano, o testemunho dos missionários são meios privilegiados para informar, animar e alimentar a cooperação e o voluntariado).

5. Prática missionária salesiana

  • Primeira evangelização ? Na América Latina, Ásia e África a história das missões salesianas é história de primeira evangelização. A fundação das Igrejas continua com numerosos Vicariatos missionários e Dioceses missionárias confiadas aos filhos de dom Bosco.
  • Inculturação missionária ? Gradualmente sempre foi atuada, favorecendo em todo lugar a encarnação do Evangelho e do carisma salesiano. Em todos os continentes são numerosos os exemplos de missionários bem inculturados no processo religioso e cultural do ambiente com sua prática missionária e a pesquisa e a produção científica.
  • Pedagogia e espiritualidade salesiana ? O estilo missionário salesiano se caracteriza pela amabilidade, a disponibilidade, a alegria, a criatividade, a coragem e o trabalho acima de todo limite, movido pela paixão educativa e a salvação das almas. Para tantos filhos de dom Bosco, a coragem e a fidelidade os tornaram capazes de dar a vida através do martírio. Para todos, a meta do trabalho educativo missionário é a santidade.
  • Vocações laicais ? Os Salesianos vão para as missões para ficarem lá. A ação pastoral se traduz num compromisso pela promoção das vocações locais. Hoje, dois terços dos noviços vivem no hemisfério sul, nas jovens Igrejas e nas jovens Inspetorias.
  • A presença de Maria ? é o elemento essencial. No agir missionário está presente a difusão no povo da devoção a Nossa Senhora Auxiliadora, na celebração adequada das principais festas marianas, na publicação de livrinhos e santinhos, na construção de Santuários marianos.
  • Cooperação missionária e apoio econômico ? O envolvimento da Direção Geral, as Procuras missionárias, as Inspetorias mães, as iniciativas de cada missionário continuam alimentando uma história salesiana de generosidade e de animação missionária.
  • Cooperação missionária e voluntariado leigo missionário ? É uma realidade em constante crescimento em todos os continentes das missões salesianas. Amplo espaço está sendo dado ao voluntariado a longo prazo. Nos últimos anos, ao lado doa religiosos, recebem o crucifico de missionários tantos voluntários leigos, que partem para terras de primeira evangelização com suas famílias.