Dom Bosco

ACSSA

ASSOCIAÇÃO CULTORA DA HISTÓRIA SALESIANA

A ACSSA foi erguida por decreto do Reitor-Mor em 9 de outubro de 1996 e reúne bolsistas de história envolvidos em atividades de pesquisa de interesse salesiano. Sua identidade e natureza específicas são especificadas no estatuto; é governado por uma presidência à qual pertence o diretor da ISS.

De acordo com seu estatuto, a ACSSA planeja e implementa seus planos em estreita colaboração com a ISS.

 

 

 

 

 

IV Encontro Internacional de História da Obra Salesiana: "A Educação salesiana de 1880 a 1922.

Apelos e conquistas em diferentes contextos "- organizado pela ACSSA com o ISS em Ciudad del Mexico, 12-18 de fevereiro de 2006

ESTATUTO

Arte. 1

O propósito da Associação dos Cultores de História Salesiana (ACSSA) é promover estudos sobre a história salesiana, fomentar a pesquisa, a atualização e a colaboração entre os membros, animando a Família Salesiana em termos de historiografia, difundindo o conhecimento sobre Don Bosco e as Congregações, Associações, Grupos que dele se originaram, em diálogo com instituições civis e religiosas similares.

Arte. 2

A ACSSA alcança seus objetivos através de:

  • uma conferência de cinco anos e seminários intermediários
  • reuniões de membros por área geográfica
  • contribuições de estudo
  • organização de conferências, cursos e ciclos de aulas
  • promoção e recolha de fontes e memórias escritas, fotografias, rádio e televisão ...
  • publicação do boletim informativo
  • g. qualquer outra iniciativa adequada para atingir os fins estatutários.
Arte. 3

O ACCSA foi edificado por decreto do Reitor-Mor Salesiano em 9 de outubro de 1996. Está baseado em Roma, na Casa geral salesiana, na Via della Pisana 1111.

Arte. 4

O vínculo da ACSSA com a Família Salesiana é assegurado pelo Reitor-Mor através de seu delegado.

Arte. 5

No planejamento e implementação das iniciativas, nos termos do art. 2, procede de comum acordo com o Instituto Histórico Salesiano.

Arte. 6

1. Os membros da ACSSA são aqueles que, qualificados em ciências históricas ou que operam em vários níveis de pesquisa, estudo e interesse salesiano, solicitam e são aceitos pela Presidência.

2. Os Membros devem colaborar com a Presidência pelo menos enviando informações e documentação salesianas.

Arte. 7

1. A ACSSA é governada pela Presidência, composta pelo Presidente, o Secretário Tesoureiro, seis membros e o diretor do Instituto Histórico Salesiano.

2. Com excepção destes últimos, todos os membros da Presidência são eleitos pela Assembleia dos membros por ocasião da Convenção Quinquenal (referida no artigo 2º), sem especificação de funções, que são atribuídas por eleição dentro da própria Presidência e aprovado pelo Reitor-Mor.

3. As tarefas da Presidência são a coordenação das atividades da Associação, a admissão de membros, a solução de casos duvidosos de aplicação do Regulamento, a análise de demonstrações financeiras, a promoção e / ou patrocínio de iniciativas locais.

4. Os membros da Presidência permanecem no cargo por cinco anos a partir da eleição e podem ser confirmados.

Arte. 8

1. A gestão econômica da ACSSA, confiada ao Tesoureiro sob a responsabilidade do Presidente, é conduzida de comum acordo com o delegado do Reitor-Mor.

2. A taxa anual é definida em euros e dólares.

Arte. 9

O Boletim de Informações anual, enviado pelo Secretário aos membros em dia com o pagamento, assegurará a conexão necessária com a Presidência e entre os membros da ACSSA.

Arte. 10

Qualquer alteração ao presente Estatuto deve ser proposta pela Presidência, aceita pela Assembléia Geral e aprovada pelo Reitor-Mor.

Arte. 11

Este estatuto foi aprovado pelo Reitor-Mor dos Salesianos em 2 de março de 2006.

 

SEÇÕES AFILIADAS

1. seção espanhola

Contexto histórico - Por iniciativa do primeiro presidente da ACSSA, Pe. Ramón Alberdi, os membros espanhóis da Associação reuniram-se em 31 de maio de 1997 para formar um grupo informal da seção espanhola da ACSSA. Após um período de teste, ele se perguntou, por sr. María Fe Núñez, na época presidente da ACSSA, uma aprovação oficial com um escrito de 29 de setembro de 2002. A fundação oficial da Seção Espanhola foi reconhecida pela Presidência da ACSSA por decreto de 31 de maio de 2004. E 30 de junho de 2007, a mesma autoridade, na sequência de um pedido apresentado por padre Graciliano González, aprovou o Regulamento da Seção espanhola.

2. Seção polonesa

A secção polaca (Polska Sekcja Stowarzyszenia Historyków Salezjañskich) foi criada em Varsóvia, em 6 de Junho de 1998, com os seguintes gabinetes: presidente: prof. Stanislaw Wilk, secretário: dr Jan Pietrzykowski [tel. 0048 22 8186551, ul. Kaweczynka 53 03-775 Warsawa], vice-secretário: dr Marek Chmielewski. A sede é Lublin; a proteção da Associação foi confiada ao Provincial de Varsóvia.