Dom Bosco

Eleição do Vigário Geral e de outros superiores

DON BOSCO - CIRCULARES

ELEIÇÃO DO VIGÁRIO GERAL E DE. OUTROS SUPERIORES

 

Eu filho em G. Cristo, queridos,
Incomodado por vários inconvenientes, ouvindo cada um. dia me diminuir. Forças, há algum tempo já sentiam a necessidade de ter um alívio e apoio no cumprimento daquela missão que a Divina Providência me confiou. Eu vi a necessidade de alguém me ajudar efetivamente a realizar minhas várias ocupações, e ele também estava encarregado de tudo o que é indispensável para o bom progresso da Pia Sociedade de S. Francisco de Sales. Para este fim, portanto, pensei em eleger um vigário para me representar, e ser como outro eu, um vigário que tem isso para um cargo especial, que as tradições observadas até agora permanecem intactas e são preservadas depois de mim por aqueles que eles nos seguirão. Falo daquelas tradições que são as normas práticas para compreender, explicar e praticar fielmente as Regras, que foram definitivamente aprovadas pela Igreja e que formam o espírito e a vida da nossa Sociedade Piedosa. Já que é meu desejo mais ardente que, quando chegar a hora da minha passagem para a vida eterna, nossas coisas não sejam perturbadas ou mudadas.

Algum tempo atrás, enquanto ele estava meditando sobre este plano, o Sumo Pontífice, por sua própria iniciativa, escreveu-me através de Sua Excelência o Monsenhor Iacobini Domenico, Arcebispo, perguntando-me quem parece estar entre os nossos Irmãos, apto a ocupar o meu lugar na direção suprema do Pia. Sociedade Salesiana. Agradeci ao Santo Padre por sua benevolência, respondi, propondo ao meu Vigário Pe. Michele Rua, porque mesmo em ordem cronológica ele é um dos primeiros da Sociedade, porque há muitos anos exerce este cargo em grande medida, e porque no final esta nomeação teria cumpriu a plena satisfação de todos os Irmãos.

E o Santo Padre, algumas semanas atrás, através do nosso amado arcebispo, dignou-se a significar para mim que esta proposta era inteiramente do seu agrado. Portanto, ó queridos filhos, depois de ter rezado por muito tempo o Dador de todo bem, depois de invocar as luzes do Espírito Santo e a especial proteção da Virgem Maria Auxiliadora, e de Nosso Padroeiro São Francisco de Sales, valendo-me da faculdade concedida do Pastor Supremo da Igreja, nomeio meu Vigário Geral Pe. Michele: Rua, atual Prefeito de nossa Piedosa Sociedade. Assim, portanto, ele tomará o meu lugar no governo completo e completo da nossa Sociedade Piedosa, e tudo isso, o que eu posso fazer, também pode fazê-lo com plenos poderes em todos os assuntos públicos e privados, que a Sociedade eles relatam e em todos os funcionários, dos quais o mesmo é composto. O novo vigário, tenho certeza, ao lidar com negócios importantes, sempre aceitará com gratidão esses avisos e conselhos benevolentes que lhe foram dados.

A vocês, meus queridos filhos, recomendo que lhe concedam toda aquela obediência que sempre professaram a quem chamam de Pai e que amam-no com amor paterno, a obediência que ele formou até agora e sempre formará, espero, minha consolação.

Como conseqüência desta eleição, também lhes digo que, valendo-me da faculdade que me atribui, nomeio como Prefeito da Piedosa Sociedade Salesiana Pe. Celestino Durando, isentando-o do cargo de Conselheiro Escolar, que ele ocupava até agora, enquanto em seu cargo. lugar e cargo de conselheiro de escola da nossa Pia Sociedade, elegi e nomeio o P. Francesco Cerruti, atual Provincial da Província da Ligúria e Diretor do Colégio de Alassio. Além disso, ainda considerará o gabinete do Inspetor até nossas novas disposições.

Em relação às nossas Missões na América do Sul, estabeleço Dom Giovanni Cagliero, meu pró-vigário, com plena autoridade sobre todo o pessoal e sobre todas as Casas e Províncias dessas terras. .

Nesta mesma ocasião, creio que você ficará satisfeito em participar, que minha saúde melhorou um pouco, e atribuo às orações de caridade que sei que você elevou a Deus para mim. Agradeço-lhe de todo o coração e garanto-lhe que a pequena quantidade de força e de dias que o Deus compassivo ainda se dignará conceder-me, quero dizer que é totalmente para o benefício de nossa humilde Congregação e para o benefício de nossas almas.

O Senhor abençoe o novo Vigário, os outros Superiores e todos os nossos Irmãos e assegure-se de que sempre tenhamos todos um só coração e uma só alma, promovendo a glória de nosso Pai celestial e a santificação de nossas almas.

Festa da Imaculada Conceição de Maria SS. 8 de dezembro de 1885.
Carinhoso em Jesus Cristo
Sac. Gio .. Bosco.

 

Nota 1. Os Diretores das Casas individuais lerão esta carta na primeira Conferência que será realizada em nossos amados Irmãos.

Nota 2. Lembro-me do que em outras ocasiões já recomendei, isto é, no endereço das cartas e, de todos, os demais escritos públicos ou privados, que não tratam das relações com a Autoridade Eclesiástica, jamais deveriam ser usados como títulos da Congregação, mas apenas os títulos civis, como diretor, doutor, professor, mestre, prefeito, edc. Assim, os Missionários, escrevendo da América na Europa para algum Irmão, não usam o título de Pai, mas o de Sacerdote ou Senhor.