Em Foco

Em Foco

Chega ao fim a edição de 2020 dos Jogos Paraolímpicos de Tóq - 10-09-2021

Japão – Paraolimpíada de Tóquio 2020: ex-alunos salesianos se destacam

(ANS - Tóquio) – Chega ao fim a edição de 2020 dos Jogos Paraolímpicos de Tóquio, reafirmando mais uma vez a importância do esporte como instrumento de integração social. Milhares de desportistas de todo o mundo participaram do evento, inclusive alguns ex-alunos salesianos. A redação da ANS recebeu alguns casos de sucesso:

A delegação paraolímpica espanhola incluiu Miriam Martínez Rico e Sara Fernández.

A primeira é uma ex-aluna dos Salesianos de Ibi e conquistou a medalha de prata no arremesso de peso, categoria F36. A ex-aluna atingiu seu objetivo com um arremesso de 9,62 metros, batendo seu próprio recorde e a apenas 11 centímetros da medalha de ouro, que foi para a russa Galina Lipatnikova.

Miriam é a segunda medalhista paraolímpica do centro de Ibi: seu antecessor foi Jorge Peleteiro Rubio, que nos Jogos Paraolímpicos de Atlanta de 1996 levou a medalha de bronze no futebol de 7. “Parabéns, Miriam. Te desejamos novos sucessos”, postou sua antiga escola nas redes sociais.

Sara Fernández, de Sevilha, ex-aluna do Instituto de Triana, conquistou a sétima posição no salto em distância, com um salto de 4,85 metros.

Seleção Tailandesa de Futebol de 5 para Cegos participou pela primeira vez das Paraolimpíadas de Tóquio, com quatro ex-alunos salesianos do Centro para o Desenvolvimento de Habilidades para Cegos, de Pakkred, da província de Nonthaburi: Kupan Panyawut, atacante ; Wimolwan Kittithat, defensor; Baodee Kittikorn, para a frente; Médio Yingchuros Suriya. Eles ocuparam o 70 lugar, vencendo a França por 3 a 2.

O Centro para o Desenvolvimento de Habilidades para Cegos, de Pakkred, e os salesianos enviaram as mais calorosas felicitações a esses ex-alunos salesianos que tiveram o peso e a honra de representar a Tailândia nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020. A obra é dirigida pelos salesianos desde 1978, promovendo desde então um desenvolvimento digno, sustentável e integral de seus alunos, também por meio do esporte e da música.