Em Foco

Focus 2006

Moçambique - POR15-03-2006


Projeto: Os salesianos em Moçambique
Data de fundação: 1907
Lugar: Moçambique
Inspectoría: Delegação de Moçambique

AS ORIGENS (1907-1913)
Os salesianos chegaram à Ilha Moçambique em 1907 para dirigir um Escola de Artes e Ofícios, onde viviam uma centena de rapazes internos. Daí estenderam a sua acção à Missão de Mochelia, já na zona continental de Moçambique. Com a revolução republicana em Portugal todos os religiosos foram expulsos das colónias portuguesas. Por isso os salesianos foram expulsos Moçambique em 1913.

O REGRESSO ATÉ Á INDEPENDÊNCIA (1952-1975)
Os salesianos regressaram em 1952, para se ocuparem do Instituo Mouzinho de Albuquerque, uma escola profissional, a cerca de 70 Km da capital, então Lourenço Marques e hoje Maputo. Era um centro educativo que acolhia cerca de 250 rapazes internos, órfãos, protegidos pela assistência pública.
Em 1954, mediante o pedido do Sr. Arcebispo assumiram a responsabilidade da Missão de S. José de Lhanguene, em Maputo. Esta compreendia a igreja paroquial, edifícios escolares e um internato para cerca de 100 rapazes pobres.
Em 1967 ao lado da Missão de S. José de Lhanguene os salesianos abriram o Colégio D. Bosco que aos poucos se foi tornando uma referência na cidade.
Em 1975 a obra salesiana estendeu-se á província de Tete, no centro de Moçambique, quando os salesianos aceitaram a Missão de S. João Baptista, encarregada de evangelizar todo o distrito de Moatize que se estendia a cerca de trinta comunidades cristãs.

OS VENTOS DA REVOLUÇÃO
No dia 24 de Junho de 1974 Moçambique conquistou a independência. Com a ideologia marxista-leninista a marcar o rumo do novo país, não tardou que fossem nacionalizadas todas as escolas, centros de saúde e até algumas igrejas.
Pela segunda vez os filhos de D. Bosco deviam abandonar as suas obras, voltando muitos deles aos seus países de origem.
O pequeno grupo que ficou para manter o contacto com os jovens disponibilizou-se para trabalhar nas escolas oficiais e ao mesmo tempo organizaram a catequese, oratórios e outras actividades culturais, no espaço das igrejas, único possível de utilizar. Apesar da situação difícil, apareceram as primeiras vocações. Durante estes anos (1975-1992) os salesianos e dada a escassez de missionários os salesianos cuidaram de sete paróquias, na capital, a cidade de Maputo.

O TEMPO DA PAZ (1994)

Poucos anos depois da independência os dois grandes partidos envolveram-se numa guerra que durou até 1994 e que não só não deixou desenvolver o país, mas destruiu infra-estruturas e gerou grande pobreza, famílias destruídas e muitos órfãos. Com o advento da paz os salesianos fizeram a opção pelo ensino profissional como meio de ajudar a desenvolver o país e de dar resposta aos numerosos jovens que viviam sem qualquer perspectiva de futuro.

1. Escola de Artes e Ofícios de Moamba
Em 1993 o governo aos salesianos esta escola de Artes e Ofícios. Encontrava-se em total estado de abandono, mas graças a financiamentos externos a escola foi recuperada e equipada, nos anos sucessivos tornando-se uma escola de referência, com alunos internos, órfãos e alunos externos.
A paróquia de Moamba foi também entregue aos salesianos que estenderam a sua acção às aldeias do distrito e abriram oratórios em algumas destas comunidades

2. Missão de S. José de Lhanguene
Os salesianos, mesmo durante os tempos mais duros do marxismo, conseguiram manter as actividades paroquiais. Em 1982 o governo aprova a devolução do internato e dos espaços escolares, mas só com os acordos de paz foi possível recuperar e construir novos espaços trabalhando-se nos seguintes sectores:
- A paróquia com cerca de 80.000 habitantes;
- O internato com cerca de 80 internos;
- O Centro de Formação Profissional;
- A escola Comercial;
- A escola primária;
- O Centro Juvenil

3. Casa S. Domingos Sávio, na Matola
A casa S. Domingos Sávio encontra-se nos arredores de Maputo e foi construída no ano 1996. Aqui funciona:
- Centro de Formação Profissional
- Aspirantado para os jovens que querendo ser salesianos, terminam aqui os seus estudos secundários.
- Centro Juvnenil

4. Missão de S. João Baptista, em Moatize
Depois das nacionalizações os salesianos deixaram Moatize. Regressaram em 1983, apesar de ainda se manter a guerra. Os missionários trabalham nos seguintes sectores:
- Paróquia com as cerca de 30 aldeias da missão.
- Escola Primária com a escola na sede e mais 4 escolas, algumas delas nas aldeias com um total de 1.300 alunos.
- O Oratório , na sede de Maotize
- Rádio-Escola: uma pequena rádio que os jovens levam adiante em regime de voluntariado.

5. Escola profissional D. Bosco, em Matundo (Tete)
Inaugurada no ano 2001 e situada na periferia da cidade de Tete, no centro do país, oferece aos jovens a possibilidade de preparar-se para entrar no mundo do trabalho nas especialidades de carpintaria, serralharia mecânica, mecânica automóvel, construção civil e moda e confecção.

6. Escola Profissional S. Domingos Sávio, em Inharrime (Inhambane)
Inaugurada no ano 2002, na vila de Inharrime, oferece aos jovens a da zona a possibilidade de se prepararem nas especialidades de carpintaria, serralharia, electricidade e construção civil.

7. Noviciado, em Namaacha
Desde o ano 1995 que o noviciado se encontra na Namaacha. Aí se encontram os noviços de Angola e Moçambique.
Ao lado do noviciado funciona um Centro Juvenil que diariamente abre as portas aos jovens, adolescentes e crianças.
8. Casa D. Bosco, em Maputo
É a sede da Delegação

A REDE SALESIANA DE ESCOLAS E CENTROS PROFISSIONAIS
Com o desenvolvimento das Escolas e Centros de Formação Profissional, logo se viram as vantagens de um funcionamento em rede de modo a que a formação profissional salesiana aparecesse como um projecto unificado. Com os apoios financeiros foi possível criar serviços de apoio às Escolas e Centros de Formação Profissional, tais como o Departamento Escola-empresa, para ajudar os alunos saídos das escolas a inserirem-se no mundo do trabalho; o Departamento Pedagógico, para apoiar a formação dos professores, já que em geral o nível de formação académica e pedagógica eram muito baixos; O Departamento de Logística e o Escritório de Projectos para buscar fundos de apoio para a formação profissional e outras actividades pastorais salesianas.

O Centro de formação de professores para o ensino profissional
Está em construção um centro de formação de Professores para o ensino Profissional em Moçambique. O Ministério da Educação confiou aos salesianos a formação dos seus professores.
Os salesianos sempre procuraram trabalhar em sintonia com o Ministério da Educação de Moçambique, apoiando e dado o seu contributo na idealização dos currículos formativos das escolas profissionais, participando como escolas piloto na reforma do ensino profissional e apoiando a melhoria da qualidade do ensino profissional em Moçambique.


CONTATE-NOS  
Indirizzo:
  Casa Dom Bosco
Rua João Mulungo, 103
Maputo. Mozambique
Tel: +258 21404074
Fax: +258 21401145
E-mail: delegado@salesianos.org.mz,
pastoraljuvenil@salesianos.org.mz
Web sitio: