Reitor-Mor

Aos meus caros irmãos Inspetores: Mensagem para a Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria 2021

Prot. 21/0333
Roma 14 de agosto de 2021

Aos meus caros irmãos Inspetores
Em vossas sedes

Meus caros Irmãos: a cada um de vós, na vossa Região, dirijo neste momento a minha saudação fraterna e afetuosa. Estamos na vigília da grande festa mariana da Assunção de nossa Mãe ao céu e no aniversário de nascimento do nosso amado pai e fundador Dom Bosco. Nestas datas significativas, quis apresentar-me de modo simples e informal, como em outras ocasiões, como um irmão que deseja estar ao lado de seus irmãos Inspetores, primeiros colaboradores do Reitor-Mor no cuidado e vitalidade do carisma.

  1. Antes de tudo, quero dizer-te obrigado, caro Inspetor. Obrigado em nome de Dom Bosco pelo teu serviço generoso, pela tua dedicação, por fazer tudo o que podes para ajudar os nossos irmãos a permanecerem bons e saudáveis na própria vocação, e para continuar a escolher, com o coração de Dom Bosco, os nossos jovens mais humildes. Continuo a assegurar-te que eu e os membros do Conselho-Geral queremos estar ao teu lado e à tua disposição.
  2. Também quero continuar a convidar-te a colocar toda a Inspetoria no clima das decisões corajosas a que a Congregação nos convida depois do CG28, mediante as oito linhas programáticas que deveriam orientar o sexênio, segundo a realidade de cada Inspetoria. Não hesites em continuar a sonhar uma Inspetoria que seja corajosa, resoluta, desde que se trate de fazer o bem. Como fez Dom Bosco, podemos ir muito longe, até mesmo à “temeridade” se é para o bem dos jovens em nome do Senhor.
  3. Dá muita atenção à formação e aos irmãos em formação. Dá prioridade a eles, caro Inspetor. Temos muito em jogo, um futuro cheio de frescor e esperança em nossa Congregação se o fizermos bem, se agirmos com descortino, se tomarmos as decisões adequadas.
  4. Estou ciente de que estes foram meses muito difíceis (há mais de um ano e meio) para todos nós. Além das dificuldades da Covid, há em alguns países a situação política, a instabilidade, a precariedade econômica e a guerra ou guerrilha. Pensei muito nestes meses em algumas nações como a Etiópia, Mianmar, Índia, algumas nações do continente africano com alguns conflitos internos e o terrorismo em várias nações, o Brasil, a Venezuela, alguns países da América Central... Enfim... garanto que a lista é muito longa. Asseguro-vos também que penso todos os dias em vós, na vossa animação e na vossa exigente realidade. Sabemos, porém, em que colocamos a nossa confiança, como o apóstolo Paulo.
  5. É minha férvida esperança que seja possível encontrar-nos nos retiros espirituais que teremos com todos os Inspetores e seus Conselhos. Será um momento muito importante da animação do Reitor-Mor e também da vossa posterior animação. Nesses dias seremos capazes de compartilhar muitas coisas. Desejo encontrar e cumprimentar pessoalmente a cada um de vós.
  6. Enfim, gostaria de pedir-vos que nos ajudeis a realizar uma bela iniciativa. Espero que a tomeis com interesse e possais apoiá-la através dos vossos delegados inspetoriais para a comunicação. Trata-se do “Don Bosco World Youth Film Festival” (DBGYFF). Encorajo-vos intensamente a recomendar a todos os nossos irmãos a verem esta iniciativa como uma oportunidade para chegar até os jovens, encorajá-los e motivá-los. Esta é, de fato, a nossa primeira tentativa como Congregação Salesiana de unir todos os nossos jovens do mundo todo e convidá-los a exprimir seus talentos criativos através do cinema e a sua criatividade como cineastas.

Este festival é o nosso festival, o nome de Dom Bosco ressoará nas mentes e nos corações dos jovens dos 134 países onde estamos presentes, e, sobretudo, nos dias 18 e 19 de novembro, quando projetarmos os filmes que muitos jovens já estão criando. Espero e sonho que este festival de cinema se torne, todos os anos, um instrumento excelente para acolher, encorajar e responsabilizar os nossos jovens. Esta iniciativa dos SDB para o mundo salesiano inteiro também nos dá uma oportunidade maravilhosa de nos conectarmos com a sensibilidade dos jovens de todas as nações e oferecer-lhes esta plataforma criativa global para mostrar e construir seus sonhos e aspirações. O tema do concurso deste ano é: “Movidos pela esperança” (em sintonia com a Estreia); queremos encorajar nossos jovens a se tornarem embaixadores de esperança, através da sua participação e criação artística.

Irmãos Inspetores, peço-vos apenas que, através dos vossos delegados, procureis movimentar e tornar dinâmico em vossas Inspetorias e nações este grande projeto. Recordo-vos que somos filhos de um grande sonhador. Estou convencido de que Dom Bosco está orgulhoso e feliz com esta iniciativa para unir, encorajar e motivar os jovens de modo criativo para o bem-comum.

O Senhor abençoe cada um de vós, nossa Mãe Auxiliadora continue a fazer tudo, como com Dom Bosco, e o nosso Pai Dom Bosco continue a cuidar da sua Congregação naquela porção que foi vossa sorte guiar, cuidar e proteger dando a vida.

Com o meu sincero e sentido afeto envio-vos as minhas saudações,