Reitor-Mor

Queridos Irmãos Salesianos_11, 02-2019

Queridos Irmãos Salesianos_11, 02-2019

 



Langue

Queridos Irmãos Salesianos,

Membros da Família Salesiana, Jovens e quantos virdes esta Mensagem: sinto-me profundamente feliz pela oportunidade que tenho de saudar-vos desde aqui, do Panamá, durante a JMJ, e desde esta Capela, preparada para acolher nosso amado Pai, Dom Bosco, em sua Urna e Relíquia Insigne a fim de que possa ser um Centro de romarias para uma grande parte da América.

Estando aqui convenci-me de que não poderia perder a oportunidade de saudar a meus Irmãos – a todos vós, meus Irmãos – e de convidar-vos a continuar vivendo apaixonadamente a nossa vida.

Vejo-me nestes dias rodeado por um mar de Jovens: são 3.000 os jovens do nosso Movimento Juvenil Salesiano de vários países do mundo, são outras dezenas de milhares os Jovens de toda a Igreja – se não mais: ‘centenas’ de milhares ! – e pensava comigo: ‘Que realidade maravilhosa esta de que dispomos’!

Porque os nossos jovens, ainda que por entre dificuldades, continuam a estar conosco e a ter necessidade de nós: - por vezes, de nós como amigos - por vezes, como alguém que os ouve - por vezes ainda, como irmãos maiores que sabem dar-lhes um abraço de consolo por entre, quiçá, suas histórias turbulentas... - e, por fim, algumas vezes também como pais.

Caros Irmãos, e vo-lo digo de coração, contamos com uma Congregação estupenda, contamos com um carisma fascinante – verdadeiro dom de Deus – , contamos, em todo o mundo, com Jovens maravilhosos, sendo que para muitos deles somos a última oportunidade...

Quero convidar-vos, queridos Irmãos – e o faço primeiramente a mim mesmo – a viver uma autêntica paixão educativa, evangelizadora, salesiana.

Quero convidar-vos à esperança.

Quero convidar-vos a transformar em realidade os sonhos que Deus tem sobre nossos jovens e sobre nossos meninos e meninas.

Quero convidar-vos a viver uma vida absolutamente autêntica, na qual o nosso estilo de vida seja de tal forma atraente que não seja possível não sentir-se tocados pelo chamado que Deus nos dirige.

Quero convidar-vos, em síntese, a serdes sempre Salesianos de Dom Bosco e como Ele nos sonhou.

Quero convidar-vos a empreender, de modo muito simples, um percurso de santidade salesiana, que se faz no dia a dia.

Coragem, pois!

A todos um abraço fraterno!

Caminhemos juntos!

Prometo-vos minha oração na festa de Dom Bosco, tanto aqui quanto depois, mais adiante, quando vos chegar esta minha saudação, e todos os dias!

Até já, meus caros Irmãos!

Adeus!