SDB Recursos

Mensagem do Reitor Mor ao Papa na visita do CG27 ao Vaticano

1
DIREZIONE  GENERALE  OPERE  DON BOSCO

Via della Pisana 1111 -  00163 Roma

Il Rettor Maggiore

MENSAGEM DO REITOR MOR AO PAPA NA VISITA DO CG27 AO VATICANO

Querido Papa Francisco,
Queridíssimo Padre,
Somos felizes de estar aqui com você. Obrigado por este encontro. Para nós é um dom precioso e uma ocasião única que nos permite de lhe manifestar os sentimentos que levamos no coração. Lhe queremos bem, Padre! Valorizamos a sua coragem e testemunho. Constatamos com alegria o seu grande amor pelo Senhor Jesus, pela Igreja e o seu desejo de uma renovação profunda de toda a Comunidade Cristã que Você preside no serviço e na caridade.

Os salesianos lembramos bem que, para Dom Bosco, o amor ao Papa significava amor à Igreja e amor à missão. E este nosso encontro, não teria sentido, se não fosse, ao mesmo tempo, acompanhado pelo desejo de lhe exprimir, Querido Padre, a vontade de renovar o nosso compromisso carismático e missionário em favor da Igreja e do mundo, com uma atenção especial aos Jovens, sobretudo aos mais pobres e abandonados. Por isso, acolhemos o seu convite de abrir as portas das nossas casas e do nosso coração para ser anunciadores da alegria do Evangelho, acreditando fortemente num Deus que ama o homem e deseja a sua salvação. Com as palavras de ‘Gaudium et Spes’, queremos partilhar as alegrias e  as dores do mundo de hoje e dos jovens que nele vivem, comprometendo-nos plenamente na construção do Reino de Deus.

Durante este Capítulo Geral, que tem como tema ‘Testemunhas da radicalidade evangélica’ sentimo-nos em perfeita sintonia com a sua Exortação Apostólica ‘Evangelii Gaudium’. Este texto iluminou e guiou a nossa reflexão.
Foi uma ocasião para reflectir profundamente sobre a nossa identidade carismática salesiana, tendo presente, ao mesmo tempo, a necessidade de interpretar duma forma actual aquilo que Dom Bosco viveu e nos transmitiu. Identificamos um caminho de renovação no qual nos comprometemos a viver a dimensão mística de pessoas consagradas que pretendem dar o primado absoluto a Deus, Senhor da nossa vida. Movidos pelo Espírito de Jesus, queremos ser ‘buscadores e testemunhas de Deus’, acompanhando com alegria os jovens num caminho de crescimento humano e cristão.

Nos propomos renovar o testemunho profético da nossa vida fraterna. Num mundo tantas vezes marcado por situações conflituosas a todos os níveis, pensamos que a nossa vida religiosa tenha uma  das suas tarefas principais em testemunhar a alegria duma comunhão de irmãos que se sentem todos discípulos do Senhor. É uma fraternidade que envolve a nossa vida quotidiana, o nosso trabalho, a nossa oração e chega a ser ela mesma anunciadora duma vida que se exprime em relações novas inspiradas pela Palavra do Evangelho e capazes de atrair os jovens à valiosa experiência duma vida doada aos outros segundo o carisma de Dom Bosco.

Na nossa missão, desejamos reafirmar o nosso desejo de ser servos dos jovens, através duma proposta educativa inspirada pelos valores evangélicos e com um compromisso generoso para transformar o mundo. Desejamos reconfirmar o critério da escolha de Dom Bosco: a de uma disponibilidade preferencial para com os jovens mais pobres, das populações mais em desvantagem e marginadas, nos contextos missionários tradicionais e naqueles das sociedades mais secularizadas.
Acolhermos, Querido Papa Francisco, a sua palavra e as suas indicações para uma escolha eclesial das grandes linhas que nos guiem no próximo sexénio.

Aproveito a ocasião para lhe agradecer, com toda a Família Salesiana, o ter aceite vir a Turim por ocasião do Segundo Centenário do nascimento de Dom Bosco. Com carinho de filhos Lhe prometemos a nossa oração, confiando a Sua missão à Virgem Auxiliadora, Mãe da Igreja e Lhe pedimos a sua paterna bênção.

Cidades do Vaticano, 31 março 2014

P. Ángel Fernández Artime
Reitor-Mor