SDB Recursos

Buona notte degli Ispettori BSP e BRE Rede Salesiana de Escolas (RSE) 2014.04.07

Buona notte degli Ispettori BSP e BRE
Rede Salesiana de Escolas
7 Aprile 2014

Introdução

A Rede Salesiana de Escolas - RSE possui 12 anos de existência, com abrangência nacional em mais de 112 escolas (54 SDB, 49 FMA e 09 Parceiras), 95 mil alunos e 5 mil educadores.
Esse projeto foi concretizado a partir de uma ação conjunta dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), que decidiram unir forças, a fim de construir seu próprio material pedagógico e pastoral certos dos desafios e confiantes com o futuro da Educação Salesiana no Brasil.
Como diretriz, o Projeto Pedagógico da RSE mantém um material didático comum para as escolas (impresso e virtual) de acordo com a legislação educacional brasileira e os objetivos da educação salesiana, além de programas de formação continuada de seus educadores visando o Sistema Preventivo e a proposta pedagógico-pastoral.
A RSE também disponibiliza o seu material didático para outras escolas que demonstraram interesse e que não são mantidas pelas FMA e pelos SDB. São denominadas “Escolas Parceiras”. No Polo São Paulo, há 03 escolas parceiras. No Brasil, atualmente, são 09 escolas parceiras.
A RSE mantém relação aproximada com as unidades escolares ou comunidades educativas para acompanhamento do Projeto Educativo Pastoral e outras ações pertinentes a ele, através dos Polos. Considerando a dimensão do Brasil, a RSE está representada por seis Polos: Polo Belo Horizonte, Polo Campo Grande, Polo Manaus, Polo Porto Alegre, Polo Recife e Polo São Paulo. Cada Polo compreende um conjunto de escolas e inspetorias. É coordenado por um Gestor contratado pela RSE, que conta com o apoio de Animadores (SDB+FMA) e com o serviço eficaz da secretária contratada pela RSE. A equipe gestora do Polo se reúne a cada mês para discutir, planejar, avaliar e definir em conjunto ações e encaminhamentos referentes às escolas.

Programa de Formação

A RSE, baseada na filosofia de Dom Bosco, segue um Programa de formação comum a nível nacional.
As capacitações ocorrem nas modalidades a distância e presencial.
Para o ano de 2014, o programa de formação na modalidade virtual propõe cursos de especialização e Diálogos de formação, cujas capacitações estão voltadas para as atuações pedagógica, gerencial e de pastoral.
Na modalidade presencial, há foco na capacitação para uso da tecnologia, pois a RSE inova mais uma vez, entrando na era digital. Confiou à Editora EDB a elaboração do Material Didático Digital, acreditando no uso das mídias como mais uma das ferramentas de consolidação da aprendizagem, num contexto em que se faz bastante usual. Além disso, prevê a integração dos dados acadêmicos com o uso pleno da plataforma Essemtia.

Encontros presenciais

Encontro de Educadores Novos

Encontro realizado no início de cada ano, com foco em Espiritualidade e Salesianidade, para os educadores novos das escolas dos SDB e FMA. Muitos POLOS já realizam essa ação anual ou semestralmente.

Seminário

Contempla muitas áreas do processo de aprendizagem, bem como o uso de novas tecnologias (materiais digitais).

  • Eventos de Formação

Ocorrem a nível nacional: ENARSE – propicia discussões em torno das ações da RSE e destina-se a diretores e diretoras; ENEL – temáticas econômicas, administrativas e financeiras das instituições educacionais e destina-se a ecônomos e gestores administrativos; ENCPOLOS – alinha as ações e projetos da RSE e consolida planos de ação dos Polos e destina-se aos gestores e animadores dos Polos; ANEC – alinha e apoia os projetos da ANEC - Associação Nacional de Educação Católica do Brasil e destina-se às Escolas da RSE, principalmente nas avaliações dos alunos.

  • Capacitação para a utilização da Plataforma Essemtia

Capacitação prevista para educadores, coordenadores administrativos e técnicos de TI para uso da plataforma Essemtia que permitirá integração de dados qualificando ainda mais a gestão acadêmica e consequentemente acompanhamento e melhoria dos resultados de aprendizagem.

  • Capacitação para o Material Didático Digital e Caderno Interativo

Destinada desde 2013 para professores de 6º ano e 1ª série do Ensino Médio, mas que acontecerá gradativamente com a progressão do material interativo para os demais anos escolares.  Capacita para uma atuação docente aliada ao uso das tecnologias para consolidação da aprendizagem.

Encontros de Pastoral

Os Encontros de Pastoral propiciam momentos de reflexão sobre a relevância do Projeto Pedagógico Pastoral Salesiano. Esses encontros objetivam a formação dos educadores dos diferentes segmentos do processo educativo, contribuindo com o diálogo sobre a visibilidade de um ensino religioso confessional, num contexto escolar marcado pela pluralidade cultural e o fortalecimento da nossa identidade carismática, norteada pela ética, pelo respeito e pela solidariedade.
Além dos encontros o Programa de Formação inclui outros dois focos: a capacitação para o MDD – Material Didático Digital e a Capacitação Pastoral dirigida para o aprofundamento da espiritualidade de Dom Bosco, como continuidade da preparação para o Bicentenário.

  • Outras capacitações presenciais

Capacitação às Coordenações Inspetoriais voltada para orientações técnicas para a Gestão Administrativa e aos gestores e animadores de Polo para aprofundamento do Projeto educativo da RSE, introdução do MDD e plataforma Essemtia.

ENCONTROS a DISTÂNCIA

Diálogos de Formação Online

Esses encontros acontecem durante todo o ano com temas específicos e previamente organizados, via web, para educadores de todas as escolas da RSE. O Diálogo de Formação é uma ferramenta enriquecedora, pois permite a interação e a partilha de conhecimentos e experiências com a mediação simultânea de um  formador. Há considerável envolvimento dos educadores e os encontros são avaliados e acompanhados pela equipe diretiva da RSE.

Cursos de Pós-Graduação em EAD

Em parceria com a Universidade Católica de Brasília – UCB propiciam conteúdos elaborados especificamente para as escolas Salesianas. Em 2012, foram distribuídas 131 vagas para educadores do Polo São Paulo, indicados pelas escolas. Os POLOS receberam muito bem os cursos de EAD. Alguns salesianos e FMA também cursam essa pós-graduação e MBA. Hoje o número dobrou em relação aos participantes em todo o país.

Os POLOS têm como objetivos:

  • Realizar visitas técnicas a cada uma das escolas do Polo.
  • Promover as ações propostas pela RSE.
  • Acompanhar o uso dos Materiais Didáticos da RSE e fazer avaliações sobre o material.
  • Colaborar com conteúdos de pesquisa atuais para o Programa de Formação Continuada.
  • Promover a integração entre as escolas do Polo.
  • Incentivar a cultura de avaliação nas escolas do Polo.
  • Empenhar-se para que a Pastoral seja sempre o centro das ações educativas.
  • Continuar a formação para educadores novos.
  • Mediar a relação RSE e unidade educativa.

A Pastoral tem como objetivos:

  • “Formar bons cidadãos e honestos cidadãos” e “evangelizar educando e educar evangelizando”, como a máxima de Dom Bosco.
  • Criar/Construir o Projeto Educativo e Pastoral de cada escola.

A escola tem que pensar sempre em Pastoral, não se pode pensar em projeto educativo sem projeto pastoral, pois a pastoral é o coração da escola.
A equipe de Pastoral realiza o voluntariado jovem, Pastoral da Juventude Estudantil, Semana Missionária, Encontros de formação de jovens líderes, preparação de “Bom dia” e “Boa tarde”, Jornada Mundial de Juventude, Kairós, Encontro da Turma, Presença no pátio (convivência com os alunos), organizações de celebrações temáticas (missas de Páscoa, celebrações marianas, missas e confissões para colaboradores), confissões com alunos, grupos de teatro, grupos de dança, GAM, grupos de animação missionária, banda musical, grupos de esporte e intercâmbio entre os colégios.

Conquistas

Material impresso e digital.
Estruturas das nossas escolas.
Ambientes e espaços generosos.
Avaliação Institucional (AVALIA).
A Plataforma Essemtia.
Utilização eficaz dos recursos tecnológicos.
Encontros de Formação Continuada.

Potencialidades

  • Efetivação do ensino voltado ao desenvolvimento das competências.
  • Aperfeiçoamento da gestão.
  • Harmonia, consenso, dedicação e comprometimento das equipes pedagógicas.
  • Uso efetivo do material didático, enfatizando a criatividade na adequação dos conteúdos ao contexto social vivenciado e participação pontual na Formação Continuada.
  • Aumento do número de alunos.
  • Busca da excelência no Ensino.
  • Participação nas Olimpíadas Nacionais do Conhecimento, Matemática, Física, Astronomia e outras com resultados significativos.
  • Conquista de vagas em Universidades Públicas, Federais e Particulares.
  • Possibilidade de se realizar um projeto de gestão unificada, pois a Rede passa por um momento de avaliação de todas as escolas. Há uma empresa contratada para esse serviço desde 2011.

Desafios

  • Conscientizar o corpo docente da constante necessidade de formação continuada, a fim de potencializar a competência docente de cada profissional-educador que atua nas escolas salesianas.
  • Cultivar a fidelização dos alunos do 9º ano e Ensino Médio.
  • Provar aos alunos a importância da participação e dos resultados do ENEM, tanto para eles quanto para o colégio e a família.
  • Rever os salários dos educadores-professores nas nossas escolas.
  • Compreender, refletir, discutir a questão da escola inclusiva em todos os seus parâmetros legais, relacionando-os e adequando-os à Proposta Pedagógica da RSE.
  • Continuar conscientes (alunos) da importância da participação nos simulados e no Tirando-de-Letra, oferecidos pela RSE.

Tendências

  • Valorização do que se tem feito em algumas regiões com encontros de formação, partilhas de experiências e formação continuada.
  • Crescimento das escolas em período integral.
  • Construção de um projeto que potencialize nossas ações no Marketing. 

Visão de futuro:
Até o final de 2016, a RSE quer ser uma referência em gerenciamento sustentável de educação escolar, com foco na formação de educadores e gestores escolares que os capacite a cumprir sua missão de “fornecer razões de vida e de esperança às novas gerações, mediante um saber e uma cultura elaborados criticamente, com base na concepção da pessoa e da vida inspirada nos valores evangélicos” e contribuir positivamente para a qualidade da educação escolar de crianças, adolescentes e jovens em todo o Brasil.