SDB Recursos

Boa-noite do Inspetor PLN O movimento “Art. 43”: uma experiência polonesa do empenho no mundo da comunicação social 1 aprile 2014

Boa-noite do Inspetor PLN
O movimento “Art. 43”: uma experiência polonesa
do empenho no mundo da comunicação social
1 aprile 2014

  1. Premissa

            O Moderador do CG 27 convidou-me a dar o boa-noite à assembleia capitular. Como um dos quatro inspetores da Polônia senti a necessidade de narrar um fenômeno presente em todas as inspetorias, significativo para outros contextos culturais. Surgiu assim a opção de apresentar o movimento “Art. 43” – um fenômeno que envolve os salesianos, a Família Salesiana e os jovens de toda a Polônia, empenhados na evangelização através dos meios de comunicação social.

 

  1. Gênese do movimento

           
            No outono de 2006, o Reitor-Mor pregava em Cracóvia os exercícios espirituais aos diretores da Polônia. Suas conferências eram seguidas também por alguns jovens irmãos. Impressionados com a pregação, discutiam entre si sobre o modo de difundir o carisma salesiano na Polônia. A primeira resposta concreta aos seus questionamentos veio alguns meses depois pelo Voluntariado Salesiano Missionário de Cracóvia, que convidou os jovens salesianos a evangelizar os jovens através das mídias. Como resposta, os clérigos iniciaram o “Grupo Art. 43”. Seu nome provinha do artigo 43 das Constituições Salesianas, dedicado à ação salesiana no setor da comunicação social. O estatuto do grupo foi logo aprovado e foi aberto um pequeno laboratório, e começaram as primeiras produções de filmes documentários.

 

  1. O crescimento, alguns grupos do movimento

           
            Em 2008, depois da reorganização das casas de formação na Polônia (criação de um teologado e um pós-noviciado para todo o país), a ideia de “Art. 43”, vinda com os irmãos das inspetorias do sul da Polônia passou ao norte do país, envolvendo os pós-noviços das quatro inspetorias polonesas e os da Circunscrição do Leste. Os pós-noviços da comunidade de Lad nad Warta, exercitando-se no uso concreto das mídias publicaram o boletim “Lenda” e fizeram alguns filmes sobre a vida da comunidade. Iniciaram depois o site da comunidade e fundaram o seu funpage no Facebook. Em 2009, o grupo em colaboração com o oratório local abriu um laboratório onde os pós-noviços e alguns jovens faziam pequenos filmes.
            Ao mesmo tempo, o “Art. 43” de Cracóvia teve uma rápida difusão. Com a ajuda de jovens do Voluntariado Salesiano Juvenil que levaram o serviço à África, o grupo de “Art. 43” foi fundado em Gana. Entretanto, na Polônia, alguns jovens salesianos, envolvendo jovens e salesianos cooperadores fundaram grupos locais de Art. 43 em Lublin, Breslávia, Oświęcim, Świętochłowice, Pogrzebień.
            Em 2010, o delegado da comunicação social de Pila convidou os jovens do MJS inspetorial a participarem de uma série de encontros-laboratórios sobre fotografia, jornalismo, cinema, rádio, internet. A partir desta experiência nasceu o Grupo Salesiano de Comunicação Social, que reúne os jovens que trabalham na “Rádio Deserto”, nas redações dos boletins do MJS “Czas Laski” e “Kontakt”, em cines-produções que documentaram a peregrinação da relíquia de Dom Bosco, a vida das obras salesianas, iniciativas variadas do MJS, acompanham os vários sítios web e dão vida ao próprio canal na plataforma do “Youtube”.  Os jovens do Grupo Salesiano de Comunicação Social colaboram com o Conselho Inspetorial dos Jovens e atuam em diversos lugares da inspetoria de Pila: Aleksandrow, Bydgoszcz, Gdask, Pila, Rumia, Szczecin, Konin, Lad e, desde janeiro de 2014, também em Moscou.
            Desde 2008, graças aos salesianos poloneses estudantes de teologia “Art. 43” também atua no Instituto Ratisbone, de Jerusalém.

             

  1. A identidade do movimento

            “Art. 43” é um movimento ao qual pertencem diversos grupos de salesianos, leigos da FS, jovens do MJS da Polônia e de alguns países empenhados no campo da comunicação social. Cada grupo conserva a própria identidade e realiza os seus objetivos particulares. O que une os vários grupos é o desejo de compartilhar a própria fé com os jovens, usando as mídias, ou seja, a ação de evangelizar os jovens através dos meios de comunicação social segundo o espírito do artigo 43 das Constituições Salesianas.

 

  1. Algumas características
  1. Paixão pela formação

 

            Art. 43 surgiu da escuta da mensagem de Deus presente nas conferências do Reitor-Mor, do texto das Constituições Salesianas, do desejo dos salesianos em formação inicial e dos diversos jovens do MJS de compartilharem com outros a própria fé e também a própria confiança nas possibilidades dos meios de comunicação social empenhados na evangelização. Cientes destas origens, os grupos “Art. 43” juntamente com a formação profissional no campo das mídias cuidam da formação espiritual e teológica de seus membros. Exemplos disso são os laboratórios organizados pelo Grupo Salesiano de Comunicação Social de Pila durante os quais com o tirocínio prático sobre cinema, rádio, jornalismo etc. oferecem-se celebrações, meditações, orações e também algumas aulas sobre o sistema salesiano de comunicação social e o estudo de alguns documentos da Igreja.

  1. Entusiasmo da animação

 

            “Art. 43” vive e atua com eficácia graças ao contínuo empenho de animação. O movimento, para conservar a vitalidade e a identidade precisa, sobretudo, da animação interna. O estatuto de “Art. 43” das comunidades de formação, os programas dos escritórios inspetoriais de comunicação social, a presença dos delegados inspetoriais de comunicação social, os momentos de intercâmbio de ideias entre os grupos (reuniões, exposições, festivais) servem para realizar essa finalidade. O entusiasmo pelo fato de evangelizar os jovens é parte integrante da animação exterior oferecida por “Art. 43”. Graças a esta animação entusiasmada, as iniciativas de “Art. 43” envolvem nos projetos de evangelização de escolas inteiras, de ambientes universitários, oratórios, paróquias, frequentadores de internet, telespectadores, ouvintes de rádio, leitores dos boletins etc.

  1. Informação simples e envolvente

 

            A informação proposta por “Art. 43” quer ser expressão da mensagem de evangelização. Ela, enquanto feita pelos jovens, é simples porque evita fórmulas muito sofisticadas. Tem o fascínio do frescor, porque usa a linguagem juvenil, narra experiências dos jovens, leva em conta as suas carências. É difundida nos espaços nos quais eles navegam, estão presentes e vivem. Serve-se de técnicas conhecidas e aprovadas pelos jovens. Autêntica, séria, profunda e compreensível, a informação de “Art. 43” torna-se envolvente. Quem o encontra interessa-se, questiona, descobre um rosto diferente de Igreja, uma face desconhecida de Deus, pergunta, participa, às vezes, se converte.
 

  1. Produções não só premiadas

            Algumas das numerosas produções de “Art. 43” foram apreciadas pelo mundo das mídias e premiadas, como os três filmes produzidos pelo Grupo de Comunicação Social do Voluntariado Juvenil Missionário de Cracóvia, que receberam vários reconhecimentos no 28º Festival Internacional Católico de Filmes e Multimídia de 2013 ou como a série de documentários girados pelo mesmo grupo premiados pelo chefe da província de Varsóvia. Acrescente-se a estes, os filmes de elevada qualidade produzidos por eles como parte do projeto “Ajuda aos cristãos carentes”.
            A maior parte da produção dos grupos de “Art. 43” não goza desses reconhecimentos. Entre estes produtos há diversos boletins impressos, sítios web, páginas no Facebook, filmes que documentam vários eventos da vida salesiana e os problemas do mundo juvenil, audiobooks sobre as vidas dos jovens alunos de Dom Bosco, ensaios sobre a fé para a rádio, para o canal YouTube (126 filmes e 80 mil espectadores), “Rádio Deserto”, programas para a TV Trwan e Rádio Maryja, laboratórios de comunicação social, pôsteres, malhas com símbolos salesianos, promoção das escolas salesianas através do programa “Salezjan”.

 

  1. Para despedir-se “Art. 43” apresenta-se a si mesmo...

            Para concluir meu boa-noite deixo-vos face a face com a realidade de “Art. 43”… Eles apresentam-se ao CG 27 com um filme da própria produção.

 

Marek Chmielewski SDB
Inspetor PLN